translate

319 - fotografia

























Hoje num post um pouco mais longo.
Ontem ao fim do dia fiquei triste com a comunidade cibernauta portuguesa.
Este já habitual apedrejamento em murais, de pessoas que têm momentos infelizes só demonstra, a meu ver, demasiado tempo livre e sobretudo uma vida muito pouco interessante da maior parte de nós.
Brincar, partilhar porque a rapariga é tonta ainda acho normal, agora achincalhar e fazer disso um drama como se ela fosse o reflexo do mais podre que há num português, é que acho demais. Podre é perdermos energia com quem não interessa para nada ou com uma marca cujo "patrão" está a milhas do que se passa aqui.
Então e estes nossos políticos que roubam a seu bel-prazer, esses não são "atrasados"? Não precisarão eles de terapia? Sobretudo de choque?

2 comentários:

Tamborim Zim disse...

E mais, cm se fossemos todos (gente c ou sem blog), representados pela moça q, aliás, fala de forma p lá de ridícula.

Joaquim Paulo Nogueira disse...

Senti que quem ficou mal foi quem criticou. Utilizaram-se argumentos dos bons, mesmo dos bons, de Ermesinde.